domingo, 14 de outubro de 2007

As filas dos bancos em Serrinha só não acabam por falta de interesse dos vereadores e do prefeito.

Recentemente o STF reconheceu a sua legalidade ao deferir favoravelmente ao município de Salvador, contra decisão do TRF da 1ª região que teria coincidido à Caixa Econômica Federal o direito de não cumprir a lei municipal dos 15 minutos. Com essa decisão a Caixa Econômica Federal em Salvador e todos os outros bancos voltaram a ser fiscalizados pela coordenadoria de defesa do consumidor. Com amparo na lei municipal nº 5978-2001 que estabelece o tempo máximo para atendimento aos clientes em até 15 minutos.

Basta que os vereadores de Serrinha tenham um pouco de interesse com a população para que Serrinha tenha legislação semelhante à de Salvador e a sua igual aplicação. Só que agora conta com maior reforço, pois já houve julgamento por parte do STF. Todos em Serrinha estão cansados de permanecer nas longas filhas em todos os bancos sem nenhuma providência por parte do executivo e legislativo.

É preciso que a comunidade se mobilize no sentido de conseguir melhores atendimentos nas agências bancarias, já que as filas são insuportáveis, cansativas e desgastantes, e atinge a todos.

Orientamos que todos os prejudicados enviem cartas, e-mails, etc., aos vereadores e ao prefeito. A lei dos 15 minutos pode e deve se tornar uma realidade em Serrinha. Precisamos de mobilização.

Autorizado a divulgar mencionando a fonte.

Carlos Miranda Lima Filho
Sindicalista e Radialista DRT 1422
Visite nosso site: http://www.pesmarketing.com.br/
http://www.carlosmirandareporte.blogspot.com/
pesmarketingcm@hotmail.com

1 Comentário:

Mauricio Nogueira disse...

Gostaria de saber se já foi editada lei dos 15 minutos no município de Serrinha atualmente . Obrigado

Criação e Manutenção por ::By Tony Miranda [71] 9978 5050::
| 2009 |